terça-feira, 21 de setembro de 2010

21 DE SETEMBRO - DIA DA ÁRVORE !! A PRIMAVERA VEM AÍ!! :) / Amanhecer no Rio Negro / Manaus / Amazonas / Brasil / Brazil / Nature / Natureza

21 DE SETEMBRO - DIA DA ÁRVORE !! A PRIMAVERA VEM AÍ!! :) / Amanhecer no Rio Negro / Manaus / Amazonas / Brasil / Brazil / Nature / Natureza
No dia 21 de setembro comemoramos o Dia da Árvore, momento para refletir sobre a conservação da natureza e preservação das nossas matas. No hemisfério sul, o dia 21 de Setembro prenuncia a chegada da primavera, no dia 23, estação onde a natureza parece recuperar toda a vida que estava adormecida pelos dias frios de inverno.No Brasil, carregamos fortes laços com a cultura indígena que deu origem a este país; um deles é o amor e respeito pelas árvores como representantes maiores da imensa riqueza natural que possuímos. Os índios também utilizavam este período para iniciar a época de plantio, organizando-se pelo calendário lunar. Confirmando o carinho e respeito pela natureza, no Brasil, em 24 de fevereiro de 1965, formalizou-se o dia 21 de Setembro como o Dia da Árvore - o dia que marca um novo ciclo para o meio ambiente. Fonte: www.diadaarvore.org.br/

Acampar à beira do Rio Negro e ver o dia nascendo como se fosse um por-do-sol não tem preço. Logo de manhã ouvi do lado de fora da barraca meus amigos manauaras gritando: "Guto! Guto! Pegue tua câmera!!" Levantei apressado, com os olhos ainda cheios de sono, fiz a marcação na câmera e fui para a beira do Rio Negro... Entrei, ficando com a água até a cintura, e registrei algumas cenas... Impressionante! Mas para mim parecia que era um final de tarde, devido a tonalidades avermelhadas do sol e seus reflexos.

(by Google Translate) Camping by the River Negro, in Manaus-AM, and see the day coming up, as if by a sunset, it is something invaluable. In the morning I heard outside the tent manauara my friends shouting "Guto! Guto! Take your camera! "I woke up in a hurry, even with eyes full of sleep, I made the markings on the camera and went to the edge of the Rio Negro ... I went into the river, getting water to the waist, and recorded some scenes ... Impressive! But to me it seemed a late afternoon due to reddish hues of the sun and its reflections.

All Rights Reserveds
Foto: Gutemberg Ostemberg
Todos os Direitos Reservados.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Arara Canindé - Animais do Brasil / Nature / Natureza / Brazil

Aves grandes, espalhafatosas, barulhentas, coloridas e, sobretudo, belas, que se destacam entre as demais.

"A arara-de-barriga-amarela ou arara-canindé (Ara ararauna) é uma arara que ocorre da América Central ao Brasil, à Bolívia e Paraguai. Tal espécie chega a medir até 90 cm de comprimento, com partes superiores azuis e inferiores amarelas, alto da cabeça verde, fileiras de penas faciais e garganta negras. Também é conhecida pelos nomes de arara-amarela, arara-azul-e-amarela, araraí, araraúna, arara canindé e arari. As araras canindé na natureza se alimentam frutos e castanhas. Essas aves estão sempre em grupo e são aves barulhentas mas pousam silenciosamente. A arara canindé enfrenta vários problemas em relação a extinção, estão sendo ameaçadas principalmente pelo contrabando e pelo comércio ilegal de aves, também é um animal muito procurado como bicho-de-estimação pois é muito dócil, quieto (dependendo das condições do cativeiro) e possuem certa capacidade de fala, além de ser um animal muito belo. Uma vez que formam casal, não mais se separam e botam em cerca de 3 ovos e chocam entre 27 e 29 dias. Ordem: Psittaciformes." Fonte: Wikipédia.

Large birds, loud, noisy, colorful and, above all, beautiful, standing out among the others.

"The parrot-yellow-bellied or canindé macaw (Ara ararauna) is a parrot that occurs in Central America to Brazil, Bolivia and Paraguay. This species comes to measuring up to 90 cm long, with blue uppers and lower yellow, green top of the head, rows of black feathers face and neck. It is also known by the names of yellow macaw, macaw, blue and yellow plow, ararauna, canindé parrot and macaw. Canindé macaws in the wild they eat fruits and nuts. These birds are always in groups and are noisy but birds perch silently. The parrot canindé faces several problems in relation to extinction, are being threatened primarily by smuggling and the illegal trade in birds, is also much sought after as an animal creature-of-estimation because it is very docile, quiet (depending on the conditions of captivity) and have some ability to speak, besides being a very beautiful animal. Since forming a couple, no longer separate and lay about 3 eggs and hatch between 27 and 29 days. Order: Psittaciformes. "Source: Wikipedia.

Todos os Direitos Reservados / All Rights Reserved
Foto: Gutemberg Ostemberg

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

4.671 Views!! Thanks / A Amizade / La Amistad / The Friendship / L'amicizia / De vriendschap / Die Freundschaft / L'amitié / La Paloma - Uruguay

Foto: Gutemberg Ostemberg
All Rights Reserved
Todos os Direitos Reservados
]
The Friendship is the biggest Treasury that we have
It is a relationship of constant exchange
Which brings us many benefits
However, it must be cultivated with great care and attention
It makes us more "live"
It mark our existence

Photo of two great friends in the piers in La Paloma, Uruguay, during the autumn of 2006.

A Amizade é o maior Tesouro que temos
É uma relação de constante troca
Que nos traz inúmeros benefícios
No entanto, tem que ser cultivada com muito carinho e atenção
É o que nos torna mais "vivos"
É o que marca nossa existência

Fotografia de dois grandes amigos e irmãos meus nos molhes em La Paloma, no Uruguai, durante o outono de 2006.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Entardecer em Punta Ballena / Casa Pueblo / Uruguai / Uruguay

Outono de 2009 em Punta Ballena, no Uruguay, numa tarde magnífica, com direito ao pôr-do-sol na Casa Pueblo. Amigos, não é tão longe do Brasil e é bem barato visitar o Uruguay. Vale à pena.

"Casapueblo, this is where the artist Carlos Paez Vilaro Uruguay, known and prized throughout the world, live. His studio is in the highest part of the house, which has a restaurant and a hotel. This unconventional work of architecture, located in Punta Ballena, there are 15 miles from downtown Punta del Este, was begun in 1958, from a room made of cans. Later it was covered with pieces of wood that came from shipwrecks. Years later the artist found a recipe that would give the face and style that the house is today. With cement and lime, "preached" a sort of chicken-wire walls of wood and painted his house, all done by hand, in white. The intention was to contrast with the sky and sea.
Vilaro is defined as a "doer of things." Infiltrates in all fields of art that draw attention. Have you done tapestry, mural painting, pottery, architecture, painting and sculpture. It has a very strong connection with Brazil and a strong African influence in his works. Vilaro says that when he visited Bahia in 1956, found the whole of Africa there. Uruguay, Vilaro believes part of the sun and says that art and life are like a long journey full of doors to be opened to find out what's behind each one. For him, always missing something, where there are doors to open. "Source: Folha Online. (by Google Translate)

"Casapueblo, é onde onde o artista plástico uruguai Carlos Páez Vilaró, conhecido e premiado no mundo inteiro, mora. Seu ateliê fica na parte mais alta da casa, que tem ainda um restaurante e um hotel. Esse obra arquitetônica nada convencional, localizada em Punta Ballena, há 15 km do centro de Punta del Este, começou a ser construída em 1958, a partir de um cômodo feito de latas. Mais tarde foi revestido com ripas de madeiras que vinham de navios naufragados. Anos depois o artista descobriu a receita que daria a cara e o estilo que a casa tem até hoje. Com cimento e cal, "pregou" uma espécie de tela de galinheiro nas paredes de madeira e pintou sua casa, feita toda à mão, de branco. A intenção foi dar contraste com o céu e o mar.
Vilaró se define como um "fazedor de coisas". Infiltra-se em todos os campos das artes plásticas que lhe chamam atenção. Já fez tapeçaria, pintura em mural, cerâmica, arquitetura, pintura e escultura. Tem uma ligação muito forte com o Brasil e uma forte influência africana em suas obras. Vilaró diz que quando visitou a Bahia, em 1956, encontrou a África inteira lá. Uruguaio, Vilaró acredita fazer parte do sol e diz que a arte e a vida são como um largo caminho cheio de portas que devem ser abertas para descobrir o que há por trás de cada uma. Para ele, sempre falta algo, sempre há portas para serem abertas." Fonte: Folha On-Line.

domingo, 8 de agosto de 2010

Natureza em Cor... / Jardim Botânico de Porto Alegre / Brasil / Brasil / Nature / Naturaleza

Para quem vive muito tempo em cidades grandes, nada melhor do que, de vez em quando, ir ao Jardim Botânico, desfrutar de bons momentos apreciando a natureza.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Navegando no Verde Mar Bahiano / Coroa Vermelha / Porto Seguro / Bahia / Brasil / Brazil

Sempre tive uma outra idéia a respeito de Porto Seguro, antes de conhecê-la. Festas e mais festas e algumas outras imagens passavam pela minha cabeça. Lá, acabei me deparando com belas praias, um povo muito simpático, em dias maravilhosos de férias. Na Bahia, fiz algumas de minhas fotos que mais curto. Uma delas tem mais de 18 mil visitas aqui no Flickr. Esta, foi uma de minhas prais preferidas. A calma do mar é um convite...

quinta-feira, 6 de maio de 2010

FLORIPA NA FOTO - Participem!! 17 a 21 de maio de 2010




Novos Workshops na Agenda do Festival



• Retrato Documental Outdoorcom Fabio Eliasdia 21 das 09:00 às 12:00
Retratar uma pessoa num ambiente externo (outdoor), isto é, dar ao mesmo tempo importância tanto para a pessoa (em um primeiro plano) quanto para paisagem ou arquitetura ou qualquer outro ambiente que a mesma se encontre.
• Noções sobre preservação e acondicionamento de acervos fotográficoscom Denise Thomasdias 18, 19 e 20 das 09:00 às 12:00
Noções sobre preservação e acondicionamento de acervos fotográficos
• Fluxo de Trabalho com oLightroom – Da Captura em RAW ao Arquivamentocom Marcos Issadia 20 das 09:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00 e dia 21 das 14:00 às 18:00
Mais do que ensinar o uso do Lightroom, este curso pretende passar conceitos. Por que fotografar em RAW, como tratar as imagens, gerenciar os acervos e arquivá-los, trabalhando de forma segura, rápida e eficiente. O curso mostra que a fotografia digital de qualidade pode ser bem mais simples do que parece, mas é preciso entendê-la. Issa vai falar sobre o software Adobe Lightroom, além de dar dicas e mostrar acessórios que tornam melhor a vida do fotógrafo, seja ele jornalista, social, de natureza, publicitário, etc.
Turma Extra nas Oficinas
• Introdução à Fotografia de Naturezacom Zé Paiva
Inscrições abertas para a turma extra, as aulas serão ministradas nos dias 20 e 21 das 08:00 às 12:00.
+ Leitura de Portfólios
• Leitura de portfólio com Marcos Issadia 21 das 9:00 às 12:00
Marcos Isso é fotojornalista e sócio da Agência Argosfoto há 16 anos. Estudou cinema na UFF e atuou nos principais jornais do Rio de Janeiro, em especial em O Globo, onde também trabalhou na sucursal de SP até sair para montar a Argosfoto.
Atividades com vagas limitadas, as inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site www.floripanafoto. com
Acompanhe as entrevistas no Blog do Festival www.floripanafoto. com/blog
E-mail - contato@floripanafo to.comTelefones - (48) 3365 2324, 9901 1334 e 9935 1533.
O evento é uma Realização da Duo Arte e Produção com participação da Editora Photos e apoio da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, Associação dos Arte Educadores de Santa Catarina – AAESC, Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina – MIS/SC e Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI


Fonte: www.floripanafoto. com

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Fotos no Explore do FlickR


Fotos que constaram no Sistema Explore do FlickR

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

CENAS SULINAS - Mostra Fotográfica de Gutemberg Ostemberg



A exposição "Cenas Sulinas" encontra-se no Espaço B do TRT-RS, localizado no prédio II do Foro Trabalhista de Porto Alegre (Av. Praia de Belas, 1.432). De autoria do fotógrafo Gutemberg Ostemberg, a mostra é composta por fotografias que retratam peculiaridades ligadas ao clima, ao povo, à geografia e aos costumes do Sul.Gutemberg é natural de Campo Grande - MS, mas reside em Porto Alegre há mais de 14 anos, cidade que adotou como morada. É servidor do TRF da 4ª Região, tendo começado a fotografar aos 15 anos de idade, como amador. No entanto, motivado por colegas de trabalho, iniciou seus estudos de Fotografia nas Oficinas do Sintrajufe, dando continuidade nos anos seguintes, com diversos cursos na área da Fotografia Digital e tratamento de imagens. Atualmente, integra dois grupos fotográficos da Capital: Grupo 35mm e Paralelo 30 Fotoclube, o qual preside. Possui trabalhos premiados e selecionados em diversos concursos, seleção em salões nacionais e internacionais; fotografias publicadas em revistas e livros, dentre os quais: Revista Fotografe Melhor; Livro Histórias do Trabalho e Brazil by Night, ao lado de fotógrafos como Guy Veloso, Ed Viggiani e Walter Firmo.A mostra estará em cartaz de 23 de fevereiro a 19 de março, no Espaço B do TRT-RS, tendo como horário para visitação do público externo das 10h às 18 horas, de segundas a sextas-feiras, com exceção de feriados. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3255.2186 ou pelo e-mail espacocultural@trt4.jus.br.